Talentosos, perfeitos, bonitos, cheirosos, charmosos e modestos:

domingo, 18 de abril de 2010

Medo pra?

Dou-lhe a mão,
Dou-lhe o sol,
Dou-lhe beijos sutis...

E tu,dá-me negros caracóis.

Dou-lhe a palavra.
Dou-lhe os festins.
Dou-lhe o corpo.
Dou-lhe a mim...

E tu,dá-me o medo.

O dia do "eu te amo",
ele há de chegar,
espero ansioso,
pra o danado não tardar.

Hoje lanço a muitos,
pois há muitos que merecem,
embora não o recebam bem,
embora sempre o desprezem.

Um comentário:

Rita Loureiro disse...

"Dou-lhe o corpo.
Dou-lhe a mim..."

ficou bonito, forte;

principalmente por causa da pontuação...

:*