Talentosos, perfeitos, bonitos, cheirosos, charmosos e modestos:

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Para Doxa.

E quando se acorda desejando a faceira e a beata?
O que fazer?
Quando se dorme a musica querendo o silêncio?
Como proceder?
Jogar-se aos baralhos?
Adentrar as pernas retalhos?

Hoje olhei para um umbigo e vi semente,
olhei para o inquieto e vi doente,
enfermo sem salvação.

Hoje olhei para a mãe e vi papoula,
rija, firme e duradoura,
em seu contínuo rodopiar.

Perdi a hora, esqueci da aurora e fui bailar.

3 comentários:

Rita Loureiro disse...

Ritmo.

Rita Loureiro disse...

(rindo)
quanto mais leio, mais canto e mais me dá vontade disso:
"Perdi a hora, esqueci da aurora e fui bailar."
Perder a hora é o melhor relógio que existe, ainda mais se for pra dançar nas ruas desertas ou praias da madrugada...acho que vou sempre sonhar, ainda que esteja bem acordada.

Raíssa Christini disse...

Olhar para o umbigo e ver sementes.
Gostei tanto da sensação que imediatamente olhei pro meu, mas só vi umbigo.
outro dia venho aqui e tento de novo, então.

Belo escrito (: