Talentosos, perfeitos, bonitos, cheirosos, charmosos e modestos:

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Sonho e real

A imaginação é tão bela que não pode ser tão bela. Divino deu ao homem a capacidade de não embelezar tanto o pensamento. Pense você, se os sonhos fossem tão bonitos, pra quê viver? Acorde e agradeça ao sol por ser tão quente, agradeça ao ônibus por ser tão cheio, agradeça ao chefe por ser um falastrão. O despertar parafraseia John Lennon, e põe fim ao sonho, e te diz que a realidade é mais difícil do que se pensa. Imagine-se imaginando um campo tão belo quanto Monet pintaria. Agora olhe para fora da janela do ônibus. Levante-se e cumprimente o buraco que fez o coletivo tremer e te acordou, pois ele não te deixou sorrir por muito tempo, e te mostrou o que o olho aberto olha.
Goze da sorte, também, de a realidade não ser exatamente igual à imaginação. Nunca saberíamos quando estamos sonhando ou vivendo a vida real. O beijo da platônica amante poderia ser mentira, e a própria moça correria o risco de ser devaneio. Por outro lado, tudo poderia ser real, mas acharias que é ilusão. E agora? Agora agradeça ao engenheiro que te projetou por ter feito a ilusão diferente da visão do olho.
Sorria pro sonho, sorria pro mundo. Chore no sonho, chore no mundo. Só não confunda os dois, pois você pode sorrir pro sonho e chorar no mundo; ou sorrir pro mundo e chorar no sonho. Talvez o texto não faça sentido pra você, porque eu o escrevi enquanto sonhava. Porém, tenho certeza que quando postei, estava acordado; meu amigo rinoceronte voador pode comprovar.

4 comentários:

Raíssa Christini disse...

curiosa por seu amigo rinoceronte voador.
gostei do espaço, vou puxar uma cadeira, ok? (:

Luquez disse...

O grande bizu é sonhar acordado! Rir do buraco do ônibus e meter as caras procurando os locais sonhados.

Luquez disse...

E sim, a imaginação é linda!!!

Ingridfig disse...

adorei o uso da unica frase decente (com exceção do conteúdo da matéria) que saiu da boca daquele nosso professor imbecil. hahahahah